Câncer de mama: os direitos adquiridos do paciente no SUS, FGTS, INSS, planos...

08 de outubro 2021

Dra. Camila Bosco contou pra gente os direitos da mulher portadora do câncer

Foto: Divulgação

Você sabia que a mulher com câncer de mama tem direitos adquiridos no Brasil?

Sim. Um deles é a cirurgia de reconstrução da mama.

Bom, primeiro é bom dizer que o “Outubro Rosa”, pra nós da ProImprensa, é muito especial. Integrantes da nossa equipe viveram essa experiência com familiares e amigos, e daí a gente resolveu fazer uma postagem para falar do tema.

A prevenção é o trabalho inicial. O autoexame, realizado mensalmente e seguindo orientações médicas, ajuda a detectar eventuais casos em fase inicial.

E a detecção em fase inicial é fundamental para o sucesso no tratamento, bem como o apoio da família e dos amigos.

Constatada a ocorrência, o importante é fazer os procedimentos médicos indicados. E a Dra. Camila Bosco, da Percebon & Bosco Advogados Associados, contou pra gente os direitos da mulher portadora do câncer, tanto em nível de saúde como trabalhistas e previdenciários.

- “O SUS e os planos privados de assistência à saúde têm a obrigação de prestar o serviço de cirurgia plástica de reconstrução de mama”.

- “O primeiro tratamento no SUS tem que ocorrer, legalmente, em até 60 dias. Esse prazo é contado do dia que for assinado o diagnóstico em laudo patológico. A paciente ainda tem direito a receber os medicamentos necessários para o tratamento”.

- “A trabalhadora cadastrada no FGTS que tiver câncer ou que tenha um dependente portador poderá fazer o saque do FGTS”.

- “Pacientes que tiverem que se ausentar por mais de 15 dias do emprego no período de diagnóstico e tratamento podem solicitar o auxílio-doença no INSS”.

Em caso de dúvida, a opinião de um advogado se mostra importante.

A Camila dá dicas no Instagram, no perfil do Percebon & Bosco Advogados Associados.

Clique aqui e confira.

Voltar